15 de Julho de 2021

Cassind esclarece sobre recentes altas no valor da cota

Diversos fatores vêm contribuindo com o alto custo nos últimos meses, sendo as internações por Covid-19, as principais delas. Em 2021, as internações tiveram uma representação expressiva, principalmente nos casos de longa permanência e/ou com UTI.


Nos últimos três meses, a média mensal com internações foi de R$ 1.035.181,44, em meses anteriores foi de R$ 598.846,26. Paralelo a isto, mesmo nessa crise pandêmica, convivemos com as imposições do órgão regulador, ANS (Agência de Saúde Suplementar), quanto à renegociação anual dos contratos dos prestadores credenciados ao plano, o que em regra somos obrigados a conceder reajustes, realidade que se estende para os materiais e medicamentos utilizados pelos hospitais credenciados.

 

Ainda assim a Diretoria tem desenvolvido alternativas para controle dos altos custos, dentre elas:

 

   *Tentativas junto à ANS abertura no registro com vistas a oxigenar a carteira de usuários, ampliando para funcionalismo público em geral, baseado sempre em um estudo Atuarial.

 

   *Negociação permanente dos preços de OPME´s (Órteses, Próteses e Materiais Especiais), reduzindo em média 25%, ao fazer as compras diretamente com o fornecedor;

 

    *Análise da rede credenciada para criação de redes referenciadas, com adoção de pacotes e descontos, sem perder de vista a qualidade dos serviços, nessa ação a colaboração de todos os usuários do plano será de suma importância, pois a adesão a essas práticas pode em muito contribuir para o equilíbrio dos custos;

 

   *Negociação permanente com as redes hospitalares (Unimed, Hospital Primavera e Renascença) com tabelas menores que as do mercado, principalmente nos casos de internações de longa permanência;

 

  *Na área Oncológica negociamos preços, solicitamos descontos nas medicações e desconto junto aos prestadores;

Os custos com medicações de quimioterapia de alto valor vêm tendo um crescimento constante, diante da alegada evolução tecnológica e avanços científicos.

 

   *Recorremos ao Fundo de Reserva neste período de altas despesas, para não impactar tanto no valor da cota. Todavia, esta é somente uma alternativa paliativa, não podemos continuar desfalcando o Fundo de Reserva. 

 

            Ressaltamos que a CASSIND mesmo com todas as dificuldades é considerada uma das melhores operadoras de plano do mercado, com nota máxima junto a ANS, resultado da atuação especializada da equipe técnica, conseguimos resultados expressivos, tais como:

 

a) Redução significativa das reincidências de internamento através das intervenções da equipe do Prospec e do aumento de horas vigiantes dos nossos auditores médicos e de enfermagem nos hospitais;

 

 b) Instalação do consultório médico na sede do plano que já nos rendeu bons resultados, inclusive com diagnóstico precoce de câncer permitindo ações imediatas para a cura, evitando custo com outros tratamentos;

 

c) Medidas administrativas e assessoria jurídica, realizando mediação junto aos beneficiários do plano na cobrança de mensalidades em atraso, diminuindo o índice de inadimplência;

 

d) Parcerias com prestadores na atuação da prevenção com a disponibilidade de vacinas; 

 

            A CASSIND é uma entidade genuinamente autogerida, cujo controle de custos e planejamento das ações e resultados visam unicamente o bem coletivo. Assim, convidamos todos os beneficiários a colaborar mantendo todos os cuidados necessários nessa pandemia, compreendendo estes momentos de instabilidade, a fim de garantirmos a continuidade do plano.

 

 A DIRETORIA